sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Lua Cheia em Peixes - 14/09/2019


verbenna yin


E a Lua Cheia deste mês vem nos conectar com o reino dos sonhos e da imaginação nas profundezas do mar de Netuno, o mito que simboliza a força do inconsciente e o efeito das projeções daquilo que gostaríamos que fosse a nossa realidade.

Netuno é o planeta que governa as águas das nossas emoções e nos leva a aprender essa outra lógica das coisas que não é a racionalização, é uma lógica de outra ordem: ela vem do sentir.

Esta Lua Cheia vai nos conectar com as nossas emoções mais genuínas e nos fazer enxergar além da imagem turva e das distorções da água, vamos aprender a reconhecer o real usando outros sentidos e deixar o pensamento cartesiano um pouco de lado. Argumentos e elucubrações não servem aqui, a percepção só chega se a gente se entrega ao fluxo dos sentimentos e permite que a intuição nos guie.

Com o Sol em Virgem, tão comprometido com a verdade e com o jeito correto de agir, esta Lua Cheia vem trazer revelações importantes para todos nós, revelações estas que serão mais do que notadas: elas serão sentidas profundamente.

Lilith também está nesse alinhamento e vem nos lembrar que o aprendizado desta lunação é difícil, ele acontece na aridez do deserto e do isolamento que é para onde somos lançadas quando estamos diante de algo muito grandioso para ser assimilado por inteiro.

Memórias duras que precisam ser curadas, saudades de outros tempos, constatações de que estamos passando para outras etapas da vida, tudo isso pode ser tema para esta Lua Cheia transbordante de sensibilidade. Como o ascendente será em Câncer, o pano de fundo desta lua serão as experiências de cuidado – tanto o cuidado que recebemos na vida como o cuidado que somos capazes de exercer com as pessoas que amamos.

Nesse aspecto, arrisco dizer que esta Lua Cheia será especialmente tocante para as mulheres, trazendo maior clareza para questões que envolvam a nossa figura materna e também as nossas questões como mães.

Para receber cuidados, precisamos confiar naquela fonte para nos entregarmos ao cuidado. Quando nossas experiências de receber cuidado não foram boas e se nossas memórias são na maioria de desamparo e de isolamento, pode ser que isso contribuiu para que a gente enxergue um mundo onde as pessoas não estão disponíveis pra nós, assumimos que elas não tem tempo pra gente e que sua atenção está reservada para assuntos mais importantes.

Dessa forma, também podemos reproduzir na nossa experiência de maternidade esse mesmo paradigma. As mulheres estão sempre tão demandadas por tantos aspectos do cuidado com os outros que podem não perceber quando precisam ser cuidadas ou o quanto não se permitem receber esse cuidado, fingindo-se de fortes o tempo todo. Afinal, podemos ter construído essa versão do mundo pra nós, nos habituamos à falta de cuidado efetivo e aprendemos a nos virar sem isso.

O resultado pode ser uma maternagem solitária, onde não compartilhamos nossa necessidade de receber cuidados como mães, não pedimos ajuda, não aceitamos que o outro faça do jeito dele e acabamos sobrecarregadas.

Será que hoje você compreende melhor o que foi que aconteceu no desmame dos seus bebês?

Será que você houve um momento onde você não tinha mais nada pra dar, de tão esgotada emocionalmente, mas preferiu acreditar em outro motivo para o fato de você não poder mais cuidar?

E se você não é mãe, certamente já teve uma relação de cuidado com alguém onde essas percepções também estejam afloradas. É disso que se trata esta lua cheia, da qualidade do cuidado que conseguimos exercitar nas nossas relações.

Esta semana pode ser um bom momento para rever essas histórias do passado e perceber onde pode ter ficado algum ponto pendente pra você. A Lua ao lado de Netuno vai trazer mais clareza para podermos enxergar essas situações e seus desdobramentos, dando oportunidade para que as emoções associadas a esses eventos também encontrem seu caminho para passarem por você e serem transformadas.

Pode ser um bom momento para desapegar dos nossos lugares de dor e frustração e também para nos descolarmos da máscara da vítima.

Peixes é um signo transcendente, que nos eleva da matéria ao espírito com as águas que evaporam e se transformam. Perdoe-se!

Perceba onde essas relações de cuidado podem ser modificadas e restauradas hoje e, se estiver ao seu alcance, faça diferente. Ouça seu coração e materialize isso no mundo concreto com decisões e atitudes.

Saturno e Plutão estão conjuntos em Capricórnio num ângulo muito harmônico com o alinhamento da Lua Cheia, dando um aporte extra de energia de terra para que a gente corrija o nosso curso e reformule as relações que são importantes pra gente. Aproveite esse fluxo para ser mais assertiva no que é sua prioridade hoje e dedique-se com consciência no cultivo de atitudes que realmente demonstrem o quanto você se importa.

No aspecto coletivo, Júpiter em Sagitário está desafiando o Sol (governante) no eixo das comunicações enquanto a Lua (povo) está na casa da verdade e da justiça. Lilith com Netuno em Peixes indicam que seguiremos recebendo revelações cada vez mais surpreendentes, os véus vão caindo e começamos a enxergar melhor as fantasias em que nos fizeram acreditar. Também perceberemos melhor as restrições à nossa capacidade de sonhar e imaginar um futuro melhor, será preciso muito fortalecimento mútuo pra não nos perdermos diante de um cenário pessimista que vem se descortinando.

Peixes é um signo extremamente adaptável e que se ajusta às influências do ambiente, para essa energia o desafio é manter-se íntegro e não perder de vista o seu propósito apesar das adaptações. Esse talvez seja um caminho para estes tempos de realidades cada vez mais duras de constatar, pois adaptar-se a um ambiente desfavorável é também uma forma inteligente de resistir viva. E continuar sonhando, também é.

De sonho também se vive.

domingo, 1 de setembro de 2019

Lunação de Virgem - 30/08/2019

verbenna yin


Chegou a lunação de Virgem num Stellium de casa 12 com a presença de todos os planetas pessoais juntos sendo aspectados por Urano: hora de romper definitivamente com aquilo que não contribui com o nosso aprimoramento. O pano de fundo da lunação está no ascendente em Libra novamente (foi o pano de fundo da lunação anterior), então estaremos reavaliando os rompimentos necessários para aprimorarmos as nossas relações de convivência uns com os outros tendo em vista uma melhor colaboração coletiva.

Virgem é um signo de terra muito pragmático, tem um ótimo poder de análise das situações e um padrão de ação um isento de sentimentalismos e que pode parecer “frio” e desinteressado. Isso é porque a energia de Virgem nos impele a fazer o que é melhor neste momento e pronto, sinto muito se o outro não gosta ou pensa diferente.

A energia de Virgem também favorece o reconhecimento honesto de situações de vida, não raro pessoas com ênfase nesse signo se valem disso para “dizer certas verdades” que ninguém mais ousaria dizer a alguém. E pode ser muito necessário alguém fazer esse papel de nos dizer a verdade, doa a quem doer, mesmo que essa verdade a princípio nos irrite.

Essa energia virginiana é um tanto assim, irritante. Processos alérgicos podem acompanhar essa lunação, tanto os respiratórios (asma, rinites, sinusites) como os de pele (dermatites, urticárias e psoríases). Essa energia também se manifesta nas repetições e pode favorecer conversões de sintomas em comportamentos repetitivos – TOC.

Estar disposto a reconhecer as nossas verdades e lidar com elas é o que será nosso desafio para este mês de Setembro, pois o período da lunação vai até o dia 28/09. Haja paciência para suportar com boa vontade tudo o que este período tem de verdade pra jogar na nossa cara!

Sol e Lua estão acompanhados de Mercúrio, Vênus e Marte em conjunção – os chamados planetas pessoais. São pessoais porque interferem diretamente na forma como sentimos e interpretamos a realidade, influenciando no nosso humor e na reatividade.

Mercúrio em Virgem nos torna mais críticos e exigentes com o outro, começamos a achar algumas coisas chatas, mudamos os móveis de lugar, ficamos cansados de certas rotinas ou ainda precisamos pontuar aquilo com que não concordamos outro ou aquilo em que, na nossa visão, o outro “está errado” – então preparem-se para um período de muito julgamento.

Vênus em Virgem também tem reticências diante do outro e só deixa se aproximar dela quem passa no seu checklist: “Tem isso?” “Tem!” “Ah então pode chegar.” “Você não!”

Se por acaso se aproxima alguém que não passa nesse crivo de avaliação, a Vênus em Virgem se irrita, fecha a cara a pode se tornar desagradável. Cuidado com esse impulso, reconsidere quando o outro fizer algo com o que você a princípio não concorde, pode ser que a sua reatividade ao outro seja apenas o reflexo dessa energia mais irritável e não necessariamente que vocês não tenham sintonia ou não se gostem.

Já Marte em Virgem produz um impulso muito própero e motivador para o trabalho, o que pode nos direcionar para usar esse fluxo astrológico para desenvolver novas formas de lidar com a realidade (Virgem gosta de inovação) e para construir melhoramentos naquilo que conhecemos até o momento. Marte em Virgem favorece desenvolvimentos científicos e descobertas de novos métodos para otimizar resultados em todas as áreas, mas nesta lunação deve ser sentido especialmente no âmbito da saúde mental ou instituições de saúde (Casa 12).

Também pode ser que pra encarar certas verdades a gente precise de uma faxina interna importante que vinha sendo adiada há tempos. Coragem! Tire as coisas de lugar, tire o pó acumulado, olhe bem os cantinhos e faça o que tiver que fazer pra limpar, organizar e deixar tudo visível – inclusive nos seus menores detalhes. Se estiver difícil acessar essas verdades em você mesma, experimente limpar o seu espaço e observar seus próprios pensamentos e memórias que forem surgindo: enquanto você realiza do lado de fora, o lado de dentro também se movimenta!

Tudo isso já é bem trabalhoso para administrar né? Mas a coisa ainda sobe de nível porque todos esses planetas juntos estarão recebendo a influência direta de Urano retrógrado em Touro, que vai trazer à nossa consciência a reflexão urgente: E O QUE VOCÊ VAI FAZER COM ISSO QUE VOCÊ ENXERGOU AGORA?

Urano em Touro pede mudanças firmes e determinadas e por ampliar a energia do elemento terra vai suscitar reflexões acerca da natureza, do cuidado com a saúde e do convívio pacífico com o meio ambiente. Talvez seja a sua alimentação que você tenha que rever e romper com certas cadeias de lucro sobre o sofrimento alheio; talvez seu olhar perceba que seu trabalho até hoje está contribuindo para fortalecer grupos econômicos poderosos e você participe hoje de ações que tiram direitos de quem não pode se defender adequadamente; talvez você se dê conta do quanto suas escolhas diárias impactam negativamente o planeta para além do momento atual e ainda dão um mal exemplo aos seus filhos.

Até quando vamos fantasiar que os problemas ambientais não nos afetam?

Você ainda tem condição de afirmar que suas escolhas não reforçam as diferenças sociais que tão cruelmente dividem um mesmo povo?

Desenvolver novas formas de interagirmos uns com os outros, formas mais inteligentes de trocar com o meio ambiente e de estabelecer cadeias de consumo, formas que levem em conta o conhecimento humano já desenvolvido até hoje e usem desse conhecimento de maneira ética e honesta, são questões urgentes que Urano nos propõe a todos e este mês ele vai vir com tudo fazendo a gente sentir NA PRÓPRIA PELE as consequências dessa realidade que ainda não levamos a sério.

O Stellium em Virgem vai fazer a gente enxergar verdades na marra, a Lua vai nos fazer SENTIR o quanto, mesmo sem querer, estamos envolvidos nessas realidades e o Sol vai garantir que a gente TOME CONSCIÊNCIA e se situe na vida. E com Urano aspectando todo mundo, a vontade será de ROMPER com esses ciclos viciosos e restabelecer as VIRTUDES. Deixe pra trás os hábitos e costumes que não te levam pra frente, os astros pedem pra que a gente vire as costas mesmo para o que não agrega e mude de direção.

Modificar hábitos é sempre um grande desafio, quando achamos que estamos indo bem acontece algo que faz a gente dar aquela escorregada. Será preciso determinação e persistência para manter os ajustes que forem decididos neste período. Para tanto, Saturno e Plutão em Capricórnio prometem ajudar. Podemos nos valer de um circuito do forças que nos impulsionará a criar a disciplina necessária para desenvolver novos hábitos (Saturno) e que também nos permita uma reciclagem de valores e atitudes, permitindo que uma nova versão de nós aflore.

E olha que lindo o grande relógio cósmico da astrologia: já já vem a Primavera, gente!

O que será que estamos cultivando em nós hein?

Vamos cultivar valores e atitudes VIRTUOSOS que possam vicejar livremente quando a Primavera chegar!

Coletivamente, estamos num período de bastante fragilidade nacional. Em contraponto com o mapa do país as interações são bem desafiadoras e prometem movimentos estruturais no eixo do Poder onde está posicionado o Nodo Norte na Casa 10 em Câncer. Muita atenção para o dia 7 de Setembro quando a Lua aspectará Saturno (estrutura) e atinge o Sol (governantes), bem como à próxima Lua Cheia que acontece colada a Netuno e Lilith em Peixes e evoca a memória de uma mulher traída e destronada. Quem seria essa mulher e o que ela tem a nos revelar? Júpiter segue em Sagitário e este mês estará na casa 3, garantindo a publicidade dessas revelações e dando oportunidade para a operação da Justiça. Vamos acompanhar!

Quíron segue em Áries e nos lembra que as transformações que buscamos são um compromisso individual de cada um com a existência, não podemos ficar dependendo de ninguém pra fazer o que a nossa consciência nos impõe. O que você sentir de mudar, faça com os recursos que você tiver hoje e da forma que for possível neste momento. Não adie mais, a vida é agora.

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Lua Cheia em Aquário - 15/08/2019

verbenna yin


Estamos na Lua Cheia em Aquário, coroando a lunação de Leão e ativando a conjunção Sol, Vênus e Marte no último decanato. Aqui a vontade própria é mais intensa, o querer é urgente, nos sentimos impulsionados a ir de cabeça nas situações e não perder mais tempo esperando o momento certo. O momento certo é agora.

A lua em território aquariano nos deixa mais suscetíveis à noção de inteireza, à integridade dos nossos diversos aspectos internos e que formam em seu conjunto a pessoa que somos hoje.

Com a oposição ativada entre Vênus e Marte, temos por correspondência a ativação também do Animus e da Anima em cada um, as referências de masculino e feminino que introjetamos desde a infância e que moldam o nosso contorno, a nossa autoimagem. Todos temos essas energias masculina e feminina pulsando juntas dentro da gente: quando agimos, tomamos uma iniciativa, impomos nossas opiniões, estamos usando a energia de Marte, a energia masculina e quando nos mostramos para o mundo, nos vinculamos aos outros e investimos nosso afeto estamos usando a energia de Vênus, feminina.

Hoje, o estímulo para usarmos nossas energias masculina e feminina vem de Leão, pedindo para que esses aspectos da vida sejam exercidos de forma destemida, com segurança e liberdade. Os leões não pedem licença nem se desculpam por serem quem são, não buscam aprovação e por isso são reis nos seus territórios. Com Marte e Vênus por aí, somos convidados a agir com mais liberdade na direção daquilo que verdadeiramente nos move e a sentir os afetos sem nenhuma vergonha ou culpa.

Acontece que esses atributos leoninos para o agir e o sentir são mais facilmente aceitos na energia masculina e não na feminina, ainda temos muita dificuldade em dar lugar para uma expressão feminina mais livre, forte, segura de si e dona da própria vida. Esse feminino ainda intimida muita gente e encontra resistência no imaginário comum, quando uma mulher se expressa livremente em ações e sentimentos pode ser taxada de mandona, de intolerante, de ousada. Afinal, quem ela pensa que é?

Será que você também não tem dificuldade de expressar sua energia feminina dessa maneira mais livre e autoconfiante?

Você tem se permitido sentir e se expressar com liberdade, ou sua mente ainda te prende nos papéis de gênero?

A expressão feminina em Leão exige respeito e espera receber por seus merecimentos. Nessa conversa astrológica, Lua e Vênus nessa oposição vão enfatizar essa questão do quanto estamos nos sentindo respeitadas nos nossos relacionamentos e se estamos recebendo de volta todo o investimento afetivo realizado.

Responda sinceramente: seu relacionamento está bom assim?

Talvez esteja na hora de não ser tão permissiva e esclarecer melhor suas condições para que as relações possam fluir novamente e trazer contentamento. E isso precisa ser feito afirmativamente, o que for dito nesse sentido precisa ser sustentado, sem dúvidas, numa coerência verdadeira entre palavras e atitudes. Não tenha medo de ser verdadeira.

Marte também participa desse posicionamento e pode impulsionar uma certa inquietação e dificuldade de ouvir o outro, vontade de chutar tudo pro alto e não levar desaforo pra casa - atraindo desentendimentos e explosões emocionais. Muita calma nessa hora!

A energia entre os astros, no momento da lua cheia, é atravessada pelo ascendente em Libra, indicando que o caminho para trabalhar este alinhamento de energias fortes é por meio do diálogo e do esforço para o entendimento. Libra e Aquário são energias afins, do elemento ar, e como estão harmonizadas sugerem que é possível reencontrar o senso de unidade quando privilegiamos a busca de ideais maiores sobre as opiniões pessoais.

A Lua em Aquário vai trazer sensibilidade a todos para que a gente possa cada vez mais respeitar e valorizar a força feminina, reconhecendo essa força em nós mesmas e dando lugar a esse arquétipo da mulher que ousa, reclama, exige direitos e também quer ocupar seu lugar no mundo ultrapassando os limitados assentos de “mãe” e “esposa”. Hoje sabemos que a condição feminina não é limitante a nenhuma atividade e a mulher pode ser qualquer coisa, inclusive uma mãe e uma esposa se ela assim desejar.

Como afirmou Simone de Beauvoir: “Que nada nos limite, que nada nos defina, que nada nos sujeite. Que a liberdade seja nossa própria substância, já que viver é ser livre.”

E se Aquário é a energia do futuro e do coletivo, hoje o recado dos astros é que para construir um futuro mais positivo precisamos integrar essa mulher destemida e dar passagem para um modelo feminino potente e criador de realidades.

Diante dessa lua em Aquário, não dá pra não lembrar do mito indiano de Durga, a deusa que foi formada a partir das habilidades de todos os outros deuses e que, diante da incapacidade de cada um deles vencer os demônios isoladamente, uniram seus talentos numa nova entidade que incorporou todas essas competências e assumiu a forma de mulher - justamente essa mulher corajosa, assertiva e potente que foi capaz de derrotar todos os demônios e libertar a humanidade da ignorância e do medo.

Hoje é um ótimo dia para se conectar com a energia de Durga, praticar o mantra dessa deusa, ou apenas meditar no quanto podemos nos beneficiar cultivando uma atitude mais autoconfiante e amorosa em nossa inteireza, respeitando nossos limites e agindo assertivamente na direção do nosso desejo sem depender da aprovação de ninguém.

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Poder de Agência

verbenna yin


Poder de Agência é um conceito que vem do campo da sociologia mas que eu gosto muito e uso sempre nos meus atendimentos. Como ideia, "agência" é a capacidade de um sujeito de agir com autonomia e independência de acordo com sua vontade.

Então PODER DE AGÊNCIA é algo muito valioso, que diz respeito à possibilidade de agirmos no mundo para realizar os próprios desejos.

Porém, ainda no campo da sociologia, o poder de agência vem atravessado pela noção de Estrutura, que já está posta quando o sujeito quer agir. A estrutura - que pode ser familiar, social, cultural, étnica, religiosa - é delimitadora da capacidade de ação do sujeito e cria uma forma de ver o mundo que forçosamente irá determinar as suas vontades.

Por exemplo, numa dada estrutura social é possível aprender um ofício e praticá-lo livremente contando com o respeito e reconhecimento das pessoas, como os curandeiros. Em outras estruturas sociais, essa formação dependerá de uma educação específica e uma diplomação que atestará a real aptidão do sujeito em exercer aquele mesmo ofício, como médico.

Então a mesma vontade pode se expressar de formas diferentes dependendo da estrutura onde o sujeito se insere. Em alguns contextos, uma vontade genuína pode nem ser reconhecida pelo sujeito porque naquela estrutura ela não cabe.

Na Psicanálise, lidamos exatamente com esse conceito. A ideia de fazer terapia é para irmos nos conhecendo cada vez mais até que o sujeito perceba qual é a sua estrutura própria, a quais desejos deu vazão e quais outros foram reprimidos, ocultados ou negados por causa da visão de mundo que esse sujeito desenvolveu.

Quanto mais a gente explora nosso território psíquico, nosso mundo interno, vão ficando mais claros esses delimitadores de toda ordem: o que nossa família nos ensinou, que exemplos eu recebi, o que a religião me proibiu, o que meus amigos valorizavam e eu assimilei porque queria fazer parte... No processo terapêutico, a gente vai diferenciando o que é próprio e o que foi imposto pela nossa estrutura, e assim podemos retomar o contato com essa esfera íntima das nossas vontades pra que a gente finalmente dê vazão a essa força interior e molde a realidade que deseja vivenciar, dentro das possibilidades que a realidade nos dá hoje.

Conhecer-se é retomar o seu Poder de Agência.

Agora vejam que bacana, essa noção toda e seus desdobramentos estão estampadas nesta sequência dos arcanos maiores do Tarot. O caminho da vontade partindo do arcano do Papa, que trata do nosso SuperEgo rudimentar e nossa necessidade de pertencimento, vamos passando pela capacidade (ou não) de fazermos escolhas genuínas com os Enamorados, mergulhamos nas motivações determinadas pelo nosso inconsciente que se manifesta de acordo com a estrutura psíquica que desenvolvemos com o Carro, para vivenciar a expressão própria livre e espontaneamente com a Força.

Quantos saberes condensados nessas cartinhas, né?

Vem aprender Tarot de um jeito diferente, unindo os arquétipos, os símbolos e a psicanálise. Nosso próximo grupo acontece agora dia 24 de Agosto, espero você!

Trígono de fogo até 15/08/2019

verbenna yin


Está pelos céus um fluxo de energia muito positivo do elemento fogo, formando uma corrente que favorece o desenvolvimento e a superação de limites por meio da AÇÃO.

Este aspecto nos ajuda a ter mais energia pra ir atrás daquilo que a gente deseja, falar assertivamente para se posicionar diante de alguma situação e colocar a mão na massa pra dar passagem para os nossos sonhos virem à realidade. 

Tempo de buscar seu fogo interno, se animar pra vida, chamar a sua força e mostrar o que você tem de melhor.
E no campo afetivo, agora é a hora de lutar pelo seu amor! 

Aja: demonstre sua paixão, ative seu poder de atração e conquiste!
Esse aspecto já está pelo ar e ficará vibrando até o próximo dia 15/08, aproveitem

Lunação de Leão - 01/08/2019

verbenna yin


Começamos o ciclo da lunação de Leão, que acontece no Fundo do Céu e com o aporte energético de Vênus e Marte em conjunção na mesma região da eclíptica, formando um Stellium na modalidade fixa do elemento fogo. Signos fixos tem como característica a permanência, a firmeza de propósito, a atenção focada e o impulso de manter a estabilidade das situações pelo uso da força.

Em Leão a força é ígnea, magnética, tentadora. Este signo é o domicílio celeste do Sol e representa a fluência das melhores condições para nos expressarmos da maneira mais autêntica e verdadeira. Aqui a energia do fogo se manifesta de forma alegre e inspiradora, cheia de encantos capazes de inspirar os corações mais indiferentes.

Sol e Lua nessa região do céu representam o caminho livre para que nosso inconsciente dialogue francamente com o consciente, fazendo com que os desejos internos encontrem seu caminho para serem materializados no mundo concreto e esse trajeto da libido traga a recompensa de vermos nossos sonhos tornados realidade. Em Leão tudo brilha e contagia e a positividade é tanta que a gente se sente impelido a compartilhar com os outros aquilo que temos e o que conseguimos fazer: nossos talentos, nossa arte, nossa criatividade.

Este também é um tempo de romance e inspirações apaixonadas, onde as manifestações afetivas não são nada ridículas, muito ao contrário, o romantismo vai estar em alta e a onda é declarar seu amor em alto e bom tom. De preferência, com uma música caliente ao fundo!

Essa festa calorosa é puxada por Marte que está muito à vontade no seu elemento natural e tende a um comportamento mais seguro e confiante na direção de suas metas pois em Leão a vontade ultrapassa limites e não tem medo de se mostrar aos outros. Marte em Leão quer mais é ser visto e notado pelas suas competências! Essa energia pode nos ajudar a dar um passo mais ousado na direção dos nossos objetivos de vida, nos conectando com uma confiança que pode fazer toda a diferença para colocarmos nossos planos em ação.

Marte em Leão não aceita um “não” como resposta e essa atitude pode nos ajudar a encontrar soluções criativas para resolver pendências, insistir um pouco mais para vencer alguma resistência de outra pessoa e até mesmo dar uma coragem extra para gente apresentar ao mundo algo que ninguém ainda sabia sobre nós.

No fim da sequência vem a Vênus leonina, cheia de si, uma referência feminina mais segura e dominante que sabe muito bem o que quer. Forte como uma dançarina flamenca, nos relacionamentos essa energia pode se manifestar fazendo a gente perceber melhor se estamos recebendo aquilo que realmente queremos e merecemos. Para Leão, só o melhor contenta.

Será que estamos deixando as relações esfriarem por falta de coragem de dizer o que gostamos ou de sermos honestos com nossos sentimentos?

Estamos permitindo que as pessoas nos enxerguem e nos valorizem ou temos “escondido o ouro” e deixado de compartilhar o que há de bom?

Nos sentirmos valorizados é muito importante, isso contribui para nossa autoafirmação e nos dá sustentação para agirmos de acordo com o que realmente queremos. Mas às vezes precisamos tanto nos sentir valorizados que acabamos mostrando aos outros só o que eles querem ver em nós, porque se eu dou o que o outro quer aí a valorização é certa. Por outro lado, se eu deixo de expressar algum aspecto próprio essa parte de nós fica trancada e não se desenvolve, passa a fazer parte da nossa Sombra e pode cair no esquecimento. Com o tempo, nossas Sombras podem se tornar nossos maiores pesadelos pois ganham uma dimensão distorcida e passamos a criticar nos outros esses mesmos aspectos que ficaram definhando dentro de nós. É a Sombra que abre caminho para as intolerâncias.

Este é um período pra gente iluminar as Sombras, aproveitar toda a força do Sol em Leão para jogar luz nesses recônditos mais obscuros e darmos uma chance para todos os nossos dons e talentos se expressarem no mundo. Na natureza todas as competências são necessárias, a gente é que criou uma socialização que valoriza certas coisas e outras não permite que se mostrem, mas se a gente voltar para o natural, para o selvagem, vai perceber que a natureza tem um propósito para todas as manifestações.

Esta será uma lunação poderosa para entrarmos em contato com as nossas Sombras, especialmente aquelas refletidas nas nossas parcerias afetivas e na forma como vivenciamos nossa sexualidade. Se você perceber alguma intolerância, observe bem o que te incomoda no outro e qual seria a origem desse incômodo. Há uma grande chance de que esse incômodo seja a chave que você estava buscando para acessar seu tesouro escondido dentro de você!

Júpiter em Sagitário faz um ótimo aspecto aos luminares e está posicionado na Casa 8, indicando que este é um tempo de crescimento valioso que tem potencial para nos ajudar a superar desafios e inaugurar novas etapas de desenvolvimento pessoal se aprendermos as lições que a energia de Leão tem para nos passar este ano.

Coletivamente, este será um período de grandes disputas pelo poder e manifestações de megalomania e narcisismo. Infelizmente as pessoas estão muito fragmentadas e nessa condição se sentem intimidadas com aquilo que não compreendem, tendendo a manifestar de forma mais contundente suas intolerâncias. No momento da Lunação, Urano estava cravado no ascendente em Touro junto com a Roda da Fortuna, o que indica um período onde as forças mais conservadoras podem disparar necessárias reflexões sobre as mudanças de comportamento que já ocorreram e precisam ser assimiladas no inconsciente coletivo.

Mercúrio ainda estava retrógrado no momento da Lunação, então todo e qualquer debate de ideias precisa de muita paciência, argumentação boa e fundamentos sólidos, sem perder o foco, para que as partes cheguem a algum lugar nas discussões. Mas isso é muito positivo pois as mudanças estruturais promovidas por Urano precisam estar bem sustentadas para perdurarem diante das ondas de retrocesso, que vem mas certamente passarão.

Gostou do texto? Marque aqui aquela pessoa que precisa se inspirar para este período, vamos entrar na energia de Leão e compartilhar :-)

segunda-feira, 22 de julho de 2019

Curso: Tarot e Psicanálise

curso de tarot verbenna yin


DIA 24 DE AGOSTO/2019
INSCRIÇÕES PELO EMAIL: verbennaterapias@gmail.com
OU PELO WHATS APP: 11 97038-8490

Acompanhe o evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/2725886760778421/

Está chegando mais um encontro para este curso que une duas abordagens distintas sobre o comportamento humano, num olhar que se complementa e integra saberes.

O Tarot é um sistema organizado de representações arquetípicas que registra o padrão do desenvolvimento humano a partir das experimentações próprias a cada fase da vida.

Já a Psicanálise é um sistema de percepção refinada do desenvolvimento humano a partir das manifestações do inconsciente, levando em conta os aspectos da subjetividade que compõem cada indivíduo bem como os padrões de comportamento que essa subjetividade predispõe.

Neste curso teremos a oportunidade de entender a Psicanálise que emerge das representações simbólicas do Tarot, ressaltando toda a riqueza de conhecimento humano contida nas cartas e que podem representar os conteúdos imanentes do inconsciente de quem busca se conhecer melhor.

Este é estudo de vanguarda e totalmente diferenciado sobre o desenvolvimento da personalidade e da autorregulação psíquica, que correlaciona os arcanos maiores do Tarot às teorias psicanalíticas tradicionais de FREUD, JUNG, M. KLEIN, WINNICOTT E LACAN.

Para cada carta do Tarot corresponde um estado psíquico e uma experimentação humana própria. Conhecer essas associações pode auxiliar a identificar o padrão oculto do inconsciente que se manifesta no ambiente de atendimento, a fim de orientar a melhor abordagem no trabalho terapêutico de cada pessoa.

O curso tem aspectos teóricos e práticos e utiliza os 22 arcanos maiores do Tarot.

É voltado para psicanalistas, psicólogos, psicoterapeutas, terapeutas holísticos, tarólogos e todos os interessados no comportamento humano.

Duração: 8 horas

Valor do investimento: R$280,00

Material didático incluso - apostila completa com 150 páginas.

Certificado de Participação.

OBS: Não é necessário possuir um tarot, mas se estiver considerando adquirir um deck para o curso, recomendamos a utilização do "Tarot Universal Rider Waite" ou "Tarot de Marselha".

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Lua Cheia e Eclipse em Capricórnio - 16/07/2019

verbenna yin


É hoje, meus amores, a lua cheia mais impactante deste ano. Ativando o eixo Capricórnio-Câncer, a lua hoje ativa o reino do submundo (Plutão) e a geração dos titãs (Saturno) num eclipse lunar que tem tudo para promover grandes curas emocionais (Nodo Norte e Vênus).

Plutão é o representante do mundo das sombras, do psiquismo e do inconsciente, do poder que nosso inconsciente possui em dirigir nossas atitudes e pensamentos sem que a gente se dê conta de que isso esteja acontecendo. Foi Plutão quem sequestrou Prosérpina e a levou à força para os infernos, simbolizando que existem na vida esses momentos em que somos tomados pelo inconsciente e precisamos enfrentar nossos demônios internos, qualquer que seja o resultado disso.

Saturno está na mesma região e se encontra com a Lua também, representando a primeira geração de criaturas mitológicas que tinham muito potencial para atingir a consciência humana mas ainda não tinham todo o refinamento necessário para essa missão. Saturno é portanto um arquétipo primitivo, rude e árido. Seus ensinos não são agradáveis, pelo contrário, a passagem de Saturno exige que a gente se aprimore ainda que a contragosto. Saturno prepara a nossa consciência criando limites entre o caos e a ordem, demonstrando que existem propósitos para nossa existência e que não podemos fugir da nossa responsabilidade durante esta missão humana.

Já no polo oposto, em Câncer, o Sol vem acompanhado do Nodo Norte e da Vênus, indicando que tudo o que a Lua foi buscar nos reinos inóspitos da psique precisa ser assimilado na consciência, dando coesão a tudo que vem do passado e que forma a pessoa que somos hoje. A energia de Câncer favorece a aceitação das memórias e nos dá confiança para atravessarmos alguns sofrimentos que estejam associados a essas lembranças. Câncer é a energia do conforto e da segurança emocional, como um “colinho de mãe” que faz a dor passar, e é essa energia que acessaremos nos próximos dias para poder lidar com a grande tomada de consciência que chega a partir de hoje. Vamos ter que nos acolher muito neste trabalho interno.

É bem provável que este eclipse nos faça enxergar finalmente coisas sobre nós que nos entristeçam e que mostrem claramente em que momento tiraram de nós o poder de decidir livremente como conduzir a nossa própria vida. E não vai ser fácil fazermos essa constatação não, vai doer bastante perceber o quanto a gente se deixou ser dominada e como falhamos em nos proteger dessas influências.

Quando foi que baixamos a guarda e não percebemos que algo iria nos ferir?

Por que ainda temos dificuldade em admitir que estamos sofrendo hoje pelas escolhas do passado?

O Nodo Norte em Câncer é um ponto de intersecção da trajetória da Terra e Lua, um ponto onde essas trajetórias virtuais se encontram. Simbolicamente, representa um momento da vida onde percebemos como a forma com que olhamos para nosso passado influencia a nossa capacidade de realização no mundo. Nossas histórias familiares, as lealdades a figuras familiares dominantes e a nossa necessidade de pertencimento ao núcleo de origem podem estar diminuindo nossa capacidade de atuar no mundo e de realizar aquilo que realmente desejamos construir para nós.

Talvez tenhamos nos esforçado um tanto acreditando que éramos algo que nunca fomos, talvez esse algo era o que a família esperava de nós ou talvez nos associaram a algum traço característico dessa linhagem, e aí que vamos dia a dia mentindo pra nós mesmos, abrindo mão dos nossos próprios sonhos para seguir conectados ao núcleo de onde viemos.

Que grandes sacrifícios fazemos para pertencer!

Perceber o quanto abrimos mão de nós mesmos pode ser um grande aprendizado, e talvez essa percepção venha acompanhado de choro e lágrimas de verdade para extravasar toda a emoção represada nestes anos. Câncer é o mar de água salgada, o mar de emoções.

Hoje a Lua Cheia vai forçar a consciência a se dar conta de que algo foi roubado de você, que continuar acreditando nessa forma de entender sua história pode não estar contribuindo com seu progresso e está na hora de mudar isso. É preciso ampliar a visão e perceber-se mais e melhor, entender que papeis você andou assumindo e que não permitem que você cresça livremente para cumprir o seu propósito de vida. Plutão e Saturno estão dizendo: “Já chega!”

Uma característica intrigante dos capricornianos é a pontualidade, se você marcar um compromisso eles não perdem a hora. E essa é uma característica essencial deste eclipse, estamos diante de um momento de vida que não pode ser perdido, não dá mais pra se atrasar em relação aos conteúdos do inconsciente e do passado que estão clamando para serem vistos e integrados agora. Outro ponto característico dessa energia é a determinação, o que podemos também acessar aqui para não deixar a peteca cair e fazermos os esforços necessários para lidar positivamente com as constatações que chegarem neste período.

Coletivamente, estamos num momento bem preocupante onde medidas que nos impeçam de crescer já tenham sido tomadas e estejam agora sendo colocadas em prática. O eclipse de hoje acontece na casa 12 do mapa do Brasil e indica uma grande disputa de poder em curso, enclausurando o povo e sua capacidade de autogerenciamento. Um povo desconectado da sua realidade histórica, que não sabe bem de onde veio e como chegou até aqui, que não se dá conta dos esforços históricos que nos levaram ao momento atual, não tem condição nenhuma de autogestão mesmo. Será preciso revisitar essa história, passar a limpo alguns eventos importantes para que todos possam ver o mesmo quadro e, só então, unificar forças para direcionar novamente alguma capacidade de gerenciamento próprio.

Eclipses tem duração de 6 meses, então é possível revermos essa situação coletivamente a partir de Janeiro do ano que vem. Quem sabe até lá a gente tenha conseguido fazer esse trabalho de recontar as histórias do passado corretamente, não é mesmo? Espero que sim!

O eclipse acontece por volta das 18:30h e se você sentir de participar deste alinhamento pode ser um momento muito potente para mentalizar um desligamento com pessoas e situações do seu passado que você queira definitivamente deixar para trás. Tenha respeito por quem você era naquele tempo, perceba o propósito desses eventos na sua vida e reconheça como você pode prosseguir daqui pra frente sem se influenciar mais por essas pessoas ou situações. Determine seu limite, perdoe-se, despeça-se desse passado e acorde para este novo tempo.

quarta-feira, 3 de julho de 2019

Lunação de Câncer e Eclipse Solar - 02/07/2019

verbenna yin



Bemvindos à lunação de Câncer que acontece hoje de forma grandiosa no céu num Eclipse Solar com repercussão certa para todos não só neste período da lunação (28 dias) mas também pelos próximos seis meses.

Os eclipses acontecem sempre que a trajetória da Lua se encontra com a linha de rota da Terra (eclíptica), formando um alinhamento perfeito entre Sol-Lua-Terra, nessa ordem. Quando a Lua entra na frente do Sol, sob a nossa perspectiva, projetando então a sombra lunar aqui na Terra, simbolicamente temos um tempo onde os conteúdos do inconsciente – e principalmente as nossas Sombras – encontram uma maneira de se manifestar ao consciente e reclamar sua existência.

Agora este eclipse vai abalar mesmo as estruturas porque acontecerá no eixo Câncer-Capricórnio onde já estão Saturno e Plutão fazendo seu trabalho de trazer à superfície tudo que está “podre” nas bases das nossas crenças individuais e nos fundamentos das instituições coletivas, para ser cortado fora e estancado de vez.

Câncer é um signo de água, do reino dos sentimentos e das emoções, que evoca o cuidado com a vida e sua preciosidade, o poder de geração do feminino e a força dos afetos bons que podem nutrir e fazer as coisas crescerem e prosperar. Por isso sua associação com o arquétipo da Grande Mãe, no sentido de que esse símbolo proporciona o conforto e segurança que precisamos receber primeiro para depois nos sentirmos prontos a lidar com a realidade em todos os seus desafios (Capricórnio).

No momento da lunação, a Lua e o Sol estarão na casa 7 e evidenciarão para nós o quanto precisamos nos sentir amparados nas nossas relações com os outros, o quanto é importante que a gente se sinta pertencente a algum núcleo e como isso pode trazer sustentação e força.

Sentir-se parte integrante de uma família é essencial para a construção da nossa identidade e para um desenvolvimento psíquico saudável. As crianças que se sentem protegidas pelas figuras parentais, dentro do seu lar, são crianças mais seguras, que se expressam melhor e seguem um desenvolvimento cognitivo mais satisfatório. As crianças que não têm essa mesma base pode se sentir hesitantes, ansiosas e inadequadas, o que pode dificultar o estabelecimento de vínculos, a capacidade de exposição das próprias ideias e sua autoafirmação.

Que tipo de criança você foi, a que chamava o amiguinho para brincar ou aquela que ficava triste e sozinha no cantinho?

Será que você não traz daquela época a sensação de que “você não faz parte” deste mundo ou que “isso não é pra você”?

O pertencimento é o sentimento de estar incluído, de fazer parte, e a primeira noção de pertencimento que assimilamos é a noção de família. Então esta lunação vai tratar deste aspecto da nossa vida, de nos reconhecermos como um resultado daquele núcleo original onde fomos criados e do qual recebemos o que precisávamos para nos compormos e crescermos como indivíduos.

O psicanalista Heinz Kohut propõe que o pertencimento é essencial para definirmos a nossa subjetividade, a qual ele entende como inter-subjetividade no sentido de que a exata noção de “quem somos nós” (ou seja, o nosso Self) só é possível de ser alcançada se nos considerarmos num contexto de vínculos nucleares. Para atingirmos todos os nossos potenciais na vida, precisamos estar amparados pelos vínculos e afetos que formam “laços de sustentação” ao nosso Self.

Câncer é o signo da memória, cancerianos lembram das conversas de anos atrás, das roupas da infância, das comidas e até das piadas de família. Nesta lunação o convite é para que a gente relembre as histórias familiares em sua amplitude, considerando bem os traços familiares e percebendo o que foi passado adiante nas linhagens da nossa ancestralidade para entendermos de que material humano nós fomos feitos e assim possamos nos reconhecer como indivíduos que também possuem esses atributos.

Por exemplo, eu sou branca mas meu avô materno era negro. E como negro ele tinha uma ancestralidade também negra, com suas características étnicas e religiosas próprias e o traço marcante da escravidão na sua genealogia. Para eu entender quem eu sou e qual meu lugar no mundo é muito importante que eu esteja consciente da negritude que compõe a minha linhagem e todos os efeitos disso nas histórias das pessoas que me antecederam, porque eu sou resultado desses eventos.

Quando negamos certas histórias de família, escondemos segredos ou fazemos de conta que situações desagradáveis do passado não nos atingem, estamos negando partes da nossa intersubjetividade e, portanto, não conseguimos ter uma real imagem de nós mesmos nem vislumbrar o alcance dos nossos passos neste mundo.

Além disso, quando não nos sentimos amparados, amados ou queridos pelas pessoas que compõem o nosso núcleo, o sentimento de desconexão retira a noção de valor próprio e pode promover um isolamento que abre as portas para processos depressivos.

Nossas memórias e laços afetivos são nutrientes poderosos para que a gente possa se fortalecer diante da vida.

E se a gente transpuser esse cenário para o aspecto coletivo, podemos estar diante de um momento muito importante para relembrarmos a nossa história coletiva e os laços que refletem a nossa intersubjetividade brasileira, aquilo que nos identifica como nação.

O mesmo Kohut propõe que o conceito de cidadania é consequência da noção de pertencimento, pois um indivíduo integrado ao seu núcleo familiar pode ampliar essa noção para se sentir integrado também a um núcleo social e a uma nação, conseguindo reconhecer a importância da sua participação nesses grupos e se dispondo ativamente a integrar as decisões que conduzirão os interesses comuns dali em diante.

E o mais lindo dos ensinamentos de Kohut é a constatação de que pessoas que se sentem pertencentes conseguem compartilhar o que tem. Elas não estão inclinadas à falta ou a necessidade de defesa, elas conseguem ser acolhedoras e ver o outro como alguém com quem somar.

Vejam como essas ideias dialogam com estes tempos!

No momento da lunação, Júpiter estará no ascendente ao lado da Roda da Fortuna, indicando que existem mudanças prestes a acontecer na esfera legal do país e concernentes a este aspecto da participação cidadã. O tema da maternidade e tudo que envolve a participação das mulheres na vida social estará em alta neste mês e promete boas reflexões. Se você sente que pode contribuir com a evolução destes temas, ocupe o seu lugar e realize o que estiver ao seu alcance.

Mas para além desse possível desdobramento, no ambiente interno é hora de voltar às raízes para se compreender melhor, ter aquele encontro com a sua linhagem e ancestralidade, aceitar sinceramente os elementos que te compõem assim como o núcleo que te formou e te nutriu, para a partir dessa compreensão você retomar sua caminhada na direção das metas pessoais que você tiver.

Não dá pra crescer sem ficar forte primeiro. Este é o tempo de se fortalecer, volte pra dentro e encontre sua força dentro de você. Pode ser uma viagem surpreendente!

sábado, 22 de junho de 2019

Solstício de Inverno

verbenna yin


Solstício de Inverno, a época do ano onde as longas noites atingem seu ápice e vivemos a noite mais escura do ano. Nesta distância do Sol recebemos menos insolação e menos energia externa, tendemos ao distanciamento para usarmos melhor a energia própria e podermos nutrir a nós mesmos. A atitude aqui é mais introspectiva e vai direcionando a nossa energia para o aspecto mental.

Este é um tempo de intensa atividade interna, em que os pensamentos se reorganizam e temos mais clareza das ideias que estão pelo ar.

Nesta época do ano, os povos antigos acendiam suas velas e fogueiras para resistirem melhor à frieza do isolamento, pois a chama do fogo nos mantém inspirados na fé de que o Sol um dia retornará em todo o seu brilho e força.

E assim como acontece na natureza, acontece também na nossa consciência, precisamos de sonhos e ideias que nos alimentem, como se fôssemos uma vez mais bebês embalados pela mãe e ganhando segurança para podermos fazer nossas novas descobertas.

Essa é também a mensagem do mapa astrológico do momento do Solstício. O Sol está posicionado na Casa 9 que tem como tema a Justiça, o estrangeiro e expansão dos limites. O regente do ascendente é Vênus, que está em Gêmeos e cravada na cúspide da mesma Casa 9, indicando que as mulheres (uma mulher?) terão um papel muito importante na propagação de ideias que podem correr o mundo e influenciar a noção de Justiça para todos.

A Lua, como regente do signo de Câncer que inaugura esta estação, está em Aquário, reforçando o caráter do elemento ar nestes tempos que vem para espalhar ideias como se fossem sementes e valendo-se da tecnologia das grandes redes que permitem que a comunicação se estabeleça com grande alcance. Aquário também se relaciona com os ideais de Democracia, enaltecendo a participação ativa do homem na condução do seu destino coletivo.

Estes são tempos para sonhar de novo, meus amores. Muitas pessoas sonhando juntas podem formar um campo mental favorável para plasmar novas realidades. Nestes meses de inverno, vamos focar em aprimorar ideias, lapidar pensamentos, desenvolver planos e estratégias para retomar a ação concreta na próxima estação que trará de volta o elemento fogo.

A semente embaixo da terra parece quietinha, mas dentro dela já estão vibrando todas as folhas verdes que dela vão brotar, todos os troncos que lhe crescerão e toda sua copa alta que veremos no futuro. Tudo já está lá pulsando na semente, esperando o tempo certo de brotar de novo.

Cuidem de suas sementes, alimentem seus sonhos e mantenham viva a esperança. A vida perdura.